Qual a escova de dentes ideal para você?

Uma mão segurando uma escova de dentes com pasta e a outra fazendo sinal de círculo com os dedos, demonstrando que algo lhe agrada.
Você conhece todas as escovas? Sabe o tipo ideal para seus dentes? Para isso e muito mais, você se informa abaixo!

Nos dias atuais, para obter uma escova de dentes ideal, uma pasta e um fio dental, é de fácil acesso em qualquer drogaria ou supermercado mais próximo de você. Entretanto, voltando no tempo lá para a Idade Média, esses itens ainda não existiam. Os primeiros vestígios de preocupação com a saúde bucal começaram através de povos antigos tentando reduzir o bafo. Disfarçando-o com flores, hortelã, cinzas de animais e até urina.

Em estudos realizados por pesquisadores em restos mortais, foram verificados que muitos homens dos reinos antepassados sofriam com a perda de dentes. Essa causa era associada à cáries e uma péssima higiene bucal, entretanto com o passar do tempo, estes povos tiveram a ideia de coletar materiais da natureza. Assim como galhos e folhas de árvore, para tentar realizar a sua limpeza a fim de uma aparência melhor.

Segundo Paulo de Oliveira Bueno, diretor do Instituto Museu e Biblioteca de Odontologia de São Paulo, há relatos de que a escova tradicional que conhecemos hoje foi criada graças à ideia de um presidiário. Com um pedaço de osso de frango e pelos de porco, o homem foi capaz de proporcionar a limpeza dos dentes, mesmo que fosse limitada para a época.

Com a criação de escova com cedas de náilon em 1938, as adaptações de higiene bucal antes usadas foram extintas, assim usamos até hoje o modelo tradicional criado há anos. Porém, com o avançar da tecnologia e evolução humana, foram desenvolvidas variados tipos destinados para cada necessidade dentária. Então lhe perguntamos, qual a sua escova de dentes ideal?

TIPOS DE ESCOVA DE DENTES

Duas escovas de dentes de cores azul e amarela, ao lado de uma bisnaga de pasta branca despejando seu conteúdo em formato de um ponto de interrogação.

Com estilos diferentes de escovas sendo comercializadas à todo tempo nas farmácias pelo Brasil, se torna cada vez mais difícil encontrar a escova de dentes ideal. Elas parecem iguais, mas se distinguem umas das outras. Sendo no tratamento de cáries, em aparelhos dentários ou dentes sensíveis, gengivites e assim vai. E para isso, cada escova atende a necessidade de cada usuário específico.

A seguir, iremos separar alguns tipos de escovas de dentes e detalhar  sobre suas principais funções. Assim você poderá escolher qual a que mais se encaixa com sua necessidade.

COM CERDAS MACIAS

Por serem macias, confortáveis e responsáveis pela remoção de placas e restos dos dentes, as escovas de dentes com cerdas macias são as mais recomendadas pelos dentistas. Além de realizar a limpeza completa com maciez, elas são capazes de fazer a escovação sem causar danos à gengiva.

COM CERDAS MÉDIAS OU DURAS

Com uma rigidez maior e uma dificuldade em penetrar nos pequenos espaços entre os dentes, as escovas de dentes com cerdas médias ou duras já foram muito utilizadas, porém tem sido substituídas. Por serem duras, elas são capazes de machucar a gengiva e deformar o esmalte que protege os dentes. Hoje em dia, elas são mais usadas na limpeza de próteses e dentaduras por serem mais resistentes que os dentes normais.

CERDAS ESPECIAIS

Como não é possível saber o tempo exato que uma escova de dentes é capaz de durar, foi criado um tipo de escova que sinaliza através de cerdas que mudam de cor quando é recomendado sua troca. Com pontas arredondadas, ao ser ativado seu dispositivo, o recomendado é que substitua-a por outra.

ESCOVAS INTERDENTAIS

Escova de dentes interdental branca e rosa.

Indicada para as pessoas que utilizam aparelhos dentais, as escovas interdentais são menores que as tradicionais. Elas facilitam a limpeza e entrada pelo meio dos brackets do aparelho. Por ser refil, as suas embalagens geralmente são dispostas em conjunto com uma quantidade de unidades que auxilia durante um tempo de uso.

ESCOVAS ELÉTRICAS

Mulher vestida de azul segurando um copo verde em uma das mãos e na outra segurando uma escova de dentes elétrica.

As mais recentes fabricadas, as escovas de dentes elétricas são recomendadas para as pessoas que possuem dificuldade motora e são incapazes de realizar uma limpeza de forma correta. Assim, esse modelo de escova à base de bateria, é capaz de movimentar a cabeça da escova sem esforço das mãos.

Por ser um modelo de escova mais tecnológico e avançado, ele foi criado para limpar de diferentes formas. Sendo através de vibrações com muitas oscilações por minuto ou pelo modelo de cabeças com cerdas em direções opostas, com cabeças duplas ou rotativas.

Colágeno: benefícios, para que serve e qual o melhor?

Dicas, tipos e como cuidar dos seus cabelos

Do tradicional ao amargo, os Benefícios do Chocolate

QUAL O MOMENTO DE TROCAR?

O tempo recomendado pelos dentistas é de 3 meses de uso ou quando as cerdas apresentarem desgaste excessivo, sendo incapazes de realizar a limpeza ideal. Hoje em dia existem escovas capazes de lhe proporcionar tecnologias que lhe indiquem quando é o momento de troca, além de kits como da Oral-B com mais de uma unidade, assim garantindo de uma só vez o número de escovas recomendada para o ano todo.

NA DROGARIA NOVA ESPERANÇA TEM…

Em nosso site, você encontra o tipo ideal para sua escovação. Com uma categoria recheada de escovas de dentes diferentes, aqui você garante a higiene completa de sua boca com os produtos mais recomendados, interdentais, elétricas, de prótese e muitas outras! Cuide da sua boca e de suas economias com os melhores preços de escova, só na Drogaria Nova Esperança!

MAS ANTES DE ESCOLHER, PROCURE QUEM SABE!

Caso ainda possua alguma dúvida após as dicas e as informações proporcionadas, busque a orientação da pessoa mais capacitada para lhe fornecê-las. Procure seu dentista e se mantenha sempre informado sobre a situação de sua higiene bucal e de como você pode melhorá-la cada vez mais.

Este conteúdo foi formulado e desenvolvido, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Daniela S. Dávida - CRF/SP 47.916. Não devendo as informações obtidas aqui, serem utilizadas como substitutas ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Tags:
,