Siga-nos nas redes sociais
Acesse a nossa loja
Drogaria Nova Esperança
Acesse a nossa loja
Página Inicial Saúde Março Lilás: mês de conscientização contra o câncer de colo do útero

Março Lilás: mês de conscientização contra o câncer de colo do útero

Importante momento de conscientização feminina, o março lilás dissemina dados sobre o terceiro câncer maligno que mais afeta mulheres.

07 de março de 2022
Última atualização: 7 de março de 2022
Março Lilás: mês de conscientização contra o câncer de colo do útero
Tempo estimado de leitura: 8 Minutos

No mês de março é celebrada a campanha de prevenção e tratamento do câncer uterino, sendo denominada pela cor lilás. Ainda que possua tratamentos eficazes e cura existente, a doença é a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil. O que torna essencial a divulgação dos exames para a detecção, bem como maneiras de se prevenir.

Segundo o INCA, Instituto Nacional do Câncer, a enfermidade foi responsável por mais de 16 mil novos casos somente no ano de 2020. Esses números equivalem a 7,5% de todos os cânceres femininos registrados no ano. Ainda de acordo com o instituto, cerca de 6 mil mortes foram registradas no ano de 2019. Esses foram os últimos dados registrados pelo órgão.

O que é Março Lilás?

Não se sabe ao certo quando a tradição começou, contudo, por conta do dia internacional da mulher, há muitos anos março é considerado o mês delas. O que torna um ótimo momento para compartilhar informações sobre a doença, causa de inúmeras mortes anualmente. O combate ao câncer do colo uterino é vital pensando na saúde das mulheres.

Em relação à cor escolhida, acredita-se que seja uma referência ao Movimento Sufragista imposto por mulheres na Inglaterra, em 1908. A fim de garantir o direito ao voto, milhares foram às ruas utilizando as cores lilás, verde e branco, símbolos da campanha.

Nos dias de hoje, o mês celebra a conquista das mulheres em várias áreas como a política e os estudos, bem como as alerta sobre os perigos do câncer do colo de útero.

 Câncer de colo de útero

 O câncer de colo uterino é originado pela infecção persistente de alguns tipos de Papilomavírus Humano (HPV), chamados de tipos oncogênicos. A infecção de HPV é muito frequente, contudo, não causa sintomas na maioria das vezes, ainda que possa gerar verrugas. Da mesma forma, em alguns casos o vírus causa alterações celulares, que podem ou não, evoluir para um tipo de câncer.

De acordo com o INCA , excedendo-se o câncer de pele não melanoma, o câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer maligno que mais afeta mulheres. Bem como o quarto em números de fatalidades.

Sintomas de câncer no útero

Uma mulher se abaixando com dores abdominais, um dos sintomas do câncer de colo de útero.

Por ser uma enfermidade de evolução lenta, em seu estágio inicial o distúrbio geralmente não apresenta sintomas, assim tornando importantíssimo a rápida detecção. Em estágios mais avançados, alguns sintomas podem surgir como:

  • – Sangramento vaginal anormal sem causa aparente e fora da menstruação;
  • – Sangramento menstrual mais prolongado que o habitual;
  • – Secreção vaginal incomum, com um pouco de sangue;
  • – Sangramento após a menopausa;
  • – Sangramento após a relação sexual;
  • – Dor durante a relação sexual;
  • – Dor na região pélvica;
  • – Inchaço das pernas;
  • – Problemas ao urinar ou evacuar;
  • – Sangue na urina.

Esses sintomas podem significar uma vasta quantidade de doenças, isto é, caso apresente alguma dessas ocorrências, procure um médico especializado.

Câncer no útero tem cura?

Similar a outros tipos da patologia, o câncer do colo do útero possui a probabilidade de cura atrelada ao estágio de sua descoberta. A fim de ter uma maior possibilidade de recuperação, é essencial manter uma rotina de exames periódicos como o Papanicolau. Este procedimento analisa e detecta alterações celulares do colo do útero, assim sendo o mais recomendado para a sua detecção.

Quando diagnosticado em fase não invasiva ou em estágio I, possui altas chances de cura, algo entre 80 e 90%. Entretanto, essa porcentagem diminui quanto mais avançado for o estágio.

Câncer de colo de útero pode voltar?

Sim, contudo o risco varia de acordo com alguns fatores como tipo do tumor e extensão da enfermidade. Segundo a Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, o tratamento do câncer de colo do útero em estágios avançados implica maior taxa de recidiva se comparada com estágios iniciais.

Como prevenir?

 Por conta da ligação da doença com o HPV, proteger-se contra o vírus é essencial para evitar o câncer. Entre as ações possíveis de prevenção estão a vacina, assegurada pelo Ministério da Saúde entre meninas de 9 a 14 anos. Bem como a utilização de preservativos durante o ato sexual, que atuam defendendo de maneira parcial o contágio.

Da mesma forma, para se prevenir da enfermidade é vital fazer o Papanicolau com frequência. A princípio o exame deve ser feito uma vez por ano, após dois resultados normais seguidos, o preventivo pode passar a ser feito a cada 3 anos. Vale lembrar que quanto antes o problema for encontrado, mais fácil será o tratamento e a cura.

A vacina e o exame se complementam como medidas cruciais no sentido de garantir a precaução. Assim, mesmo a mulher já vacinada deve fazer o Papanicolau sempre, porque a vacinação não protege contra todos os subtipos oncogênicos do HPV.

O câncer no útero e o anticoncepcional

Imagem apresenta uma cartela de anticoncepcionais embaixo de uma flor lilás.

De acordo com os dados divulgados pelo National Institute of Health, principal órgão de saúde dos Estados Unidos. Mulheres que utilizaram pílulas anticoncepcionais possuem maior chance de desenvolver a doença. O risco aumenta de acordo com o tempo de uso do fármaco, pelos primeiros 5 anos são 10% mais chances. Da mesma forma, entre 6 e 9 anos, a ameaça aumenta para 60%, dobrando após 10 anos de utilização. Entretanto, após a pessoa decidir parar o tratamento com a medicação, esses números vão diminuindo gradativamente.

Campanha Março Lilás

Ainda que possuindo medidas relativamente simples de prevenção, o câncer do colo de útero possui números alarmantes. Cada vez mais a campanha se mostra essencial para conscientizar a população no combate a esse mal silencioso. A importância de falar sobre este tipo de câncer se dá por conta que na grande maioria das vezes ele pode ser evitado.

Março Lilás na Drogaria Nova Esperança

Pensando nisso, a Drogaria Nova Esperança adequou este conteúdo para o seu blog. É necessário demonstrar números e estatísticas a fim de chocar, buscando convencer mulheres a procurarem mais informações sobre o assunto. Não dê tempo para o azar, encontre já maneiras de se prevenir, procure um médico ginecologista e agende seu exame.

Tags:

Receba as melhores notícias pela nossa newsletter!



    Informações do autor

    hmansano

    Posts recentes

    Contra azia e má digestão, conheça a linha completa de ENO
    27 de maio de 2022

    Contra azia e má digestão, conheça a linha completa de ENO

    Leia na íntegra
    Saiba tudo sobre azia: o que é, sintomas e como tratar?
    25 de maio de 2022

    Saiba tudo sobre azia: o que é, sintomas e como tratar

    Leia na íntegra
    Conheça o Autoteste Covid aprovado pela Anvisa
    22 de março de 2022

    Conheça o Autoteste Covid aprovado pela Anvisa

    Leia na íntegra
    Março Lilás: mês de conscientização contra o câncer de colo do útero
    07 de março de 2022

    Março Lilás: mês de conscientização do câncer de colo do útero

    Leia na íntegra
    Você sabe identificar quais os sintomas da dengue?
    07 de fevereiro de 2022

    Você sabe identificar os sintomas da dengue?

    Leia na íntegra

    Mais acessados

    8 benefícios que o hábito de pedalar oferece à sua saúde
    02 de junho de 2020

    8 benefícios que o hábito de pedalar oferece à sua saúde

    Leia na íntegra
    Vivendo com Diabetes: o que é, sintomas e os seus tipos
    13 de julho de 2020

    Vivendo com Diabetes: o que é, sintomas e os seus tipos

    Leia na íntegra
    Saiba mais sobre o Óleo de Coco e seus diversos benefícios
    10 de junho de 2020

    Saiba mais sobre o Óleo de Coco e seus diversos benefícios

    Leia na íntegra
    4 motivos para usar protetor solar durante o Inverno
    26 de junho de 2020

    4 motivos para usar protetor solar durante o Inverno

    Leia na íntegra
    As diferenças de comprimidos, cápsulas e drágeas
    16 de março de 2020

    As diferenças de comprimidos, cápsulas e drágeas

    Leia na íntegra