Siga-nos nas redes sociais
Acesse a nossa loja
Drogaria Nova Esperança
Acesse a nossa loja
Página Inicial Saúde Vida profissional e pessoal: como equilibrar para ter bem-estar

Vida profissional e pessoal: como equilibrar para ter bem-estar

Conciliar a rotina para conseguir dar conta de tudo parece uma tarefa difícil. Separamos algumas dicas para você ser mais feliz no dia a dia

04 de agosto de 2023
Última atualização: 4 de agosto de 2023
[addthis tool='addthis_inline_share_toolbox_a6r5']
Vida profissional e pessoal: como equilibrar para ter bem-estar
Tempo estimado de leitura: 15 Minutos

A discussão sobre manter um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal tem ganhado cada vez mais força. A busca pelo sucesso tem que passar por um planejamento e isso deve incluir qualidade de vida e tempo disponível para se dedicar à família, aos amigos e a atividades prazerosas.

Nos Estados Unidos, dois movimentos ganharam espaço. O “quiet quitting”, traduzido como “desistência silenciosa”, acontece quando o funcionário tenta conciliar sua demanda de trabalho com a vida pessoal. 

Já o “The Great Resignation” ou “A Grande Renúncia” levou mais de 39 milhões de pessoas a pedirem demissão. Segundo a pesquisa “Tendências Globais de Talentos”, da Mercer Brasil, 81% dos profissionais entrevistados disseram estar à beira da chamada Síndrome de Burnout. Desses, 50% relataram querer encontrar uma harmonia entre trabalho, vida pessoal e saúde. 

Apesar desses números alarmantes, poucas empresas possuem práticas ambientais, sociais e de governança corporativa, conhecidas como ESG. 

Daremos algumas dicas para você ter mais organização, visando uma rotina produtiva e ainda conseguir ter pausa para o lazer.

Reconheça seus limites e não ultrapasse

Tornar-se um profissional de sucesso é o sonho de muitas pessoas, por isso é normal focar nesse desejo e esquecer das outras coisas que são igualmente importantes. Alcançar uma estabilidade de vida é uma tarefa essencial para que você possa se sentir mais pleno e feliz.

Pensando nisso, listamos algumas dicas para organizar suas tarefas e ter tempo para dar atenção ao(à) companheiro(a), aos filhos e demais familiares, visando manter as relações de forma saudável.

Além da organização necessária para dar conta das obrigações, reserve sempre um dia para o descanso. Fique sem fazer nada ou assista aos programas de que você gosta, o importante é relaxar e esquecer a obrigação diária.

Doenças causadas pelo estresse

Uma pesquisa realizada em 2016 pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) revelou que ocorreram quase 400 mil mortes por derrame cerebral. Além disso, 350 mil pessoas morreram de infarto e esses dados podem estar relacionados ao estresse por ter realizado longas jornadas de trabalho.

Mas como identificar esse desequilíbrio? Você precisa analisar o tipo de vida que está levando. Sentir-se sobrecarregado, desapontado, com sensação constante de fracasso e frustração, além de passar mais tempo trabalhando do que em casa, trabalhar fora do expediente ou aos fins de semana são alguns indicativos. Isso acontece quando você acumula muitas funções, é cobrado por metas, muitas vezes inalcançáveis, e é exposto a riscos no ambiente de trabalho.

Com todo esse ambiente de insegurança podem surgir alguns transtornos mentais como a depressão, ansiedade e síndrome do pânico. Na parte física, é comum os distúrbios atingirem as articulações e a coluna vertebral. Confira mais sobre cada um desses possíveis sintomas:

Insônia

Uma das principais consequências do estresse é a insônia. O acúmulo de tarefas, maior carga horária e muita pressão para atingir metas podem despender mais energia e afetar a qualidade do sono. Os resultados das noites mal dormidas são a queda na sua produção, a baixa energia para as atividades do dia a dia, além de afetar o seu humor.

Distúrbios alimentares

Mulher olhando para o computador e segurando um hambúrguer. Ela tem cabelo preto, usa uma camisa branca e está com uma feição triste

 

Os transtornos alimentares mais frequentes são a anorexia e bulimia. A primeira leva o indivíduo a não se alimentar direito ou ficar horas sem ingerir alimentos. Já a segunda é a ingestão excessiva de comida e, depois, o vômito induzido ou o uso contínuo de laxantes.

Ambos são prejudiciais, pois causam um déficit de nutrientes no organismo, fazendo com que a pessoa se sinta fraca para exercer as atividades diárias.

Depressão

Também conhecida como transtorno depressivo, a depressão acontece pela diminuição da dopamina e serotonina, responsáveis pela sensação de alegria e bem-estar. Já o cortisol é responsável por controlar os níveis de estresse no corpo, o que contribui com a depressão. 

Para prevenir, é preciso ter equilíbrio e separar um tempo para realizar exercícios físicos e se alimentar da maneira correta. Os sintomas mais graves do transtorno depressivo são o desânimo, isolamento e irritabilidade, além de pensamentos suicidas. 

Síndrome do Pânico

Considerado um dos tipos de transtorno de ansiedade, é caracterizado pelo extremo medo sem motivo aparente. Quando está em níveis graves, afeta as pessoas do convívio do “paciente” e, em alguns casos, eles não conseguem mais sair de casa.

Problemas de pele

O estresse crônico pode ocasionar problemas de pele como acne, espinha e psoríase. Além disso, manchas vermelhas podem surgir na pele com descamação e coceira, afetando a autoestima da pessoa.

Doenças cardiovasculares

A sobrecarga e o estresse crônico provocam o fechamento das veias e artérias do coração, diminuindo o fluxo de sangue para o coração. Essa atividade pode causar infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral (AVC), pois aumenta os batimentos cardíacos e a pressão arterial.

Síndrome de Burnout

Mulher negra, com camisa branca e blazer verde. Ela segura seus óculos com a mão direita enquanto a mão esquerda está encostada no rosto. Ela está pensativa.

 

Em 2022, um estagiário do escritório de advocacia Mattos Filho se jogou do 7°andar do local de trabalho. O motivo alegado foi que ele perdeu o prazo de um processo tributário e havia sido advertido publicamente, o que foi negado pela empresa.

A empresa possui quase 2 mil funcionários, sendo 250 deles estagiários. Após o ocorrido, o escritório mudou seu programa de jovens talentos, reduzindo a carga horária de 6 para 5 horas e adotou o modelo de trabalho híbrido. Além disso, é concedida uma licença de 15 dias para poderem se preparar para os exames da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB.

“Um ambiente de trabalho que não tem diversidade, tende a ser mais violento”, disse Adriane Reis de Araújo, coordenadora nacional de Promoção da Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho do Ministério Público do Trabalho (MPT) em entrevista ao Jornal “O Globo”.

A Síndrome do Esgotamento Profissional, conhecida como Síndrome de Burnout, afeta a saúde mental e física das pessoas. Cerca de 30% dos trabalhadores brasileiros devem estar afetados pela condição, de acordo com uma pesquisa da International Stress Management Association (ISMA). Por esse motivo, em 2022 foi incluído na Classificação Internacional de Doenças – CID, dando direito a licença médica ao trabalhador.

Quais são os sintomas?

Os sintomas podem começar de forma silenciosa como fadiga intensa, alterações no apetite e insônia. São reações que podem ser confundidas com um dia ou semana difícil. Com o tempo, outros podem surgir, como o sentimento de derrota, desesperança e incompetência de forma mais frequente, além das alterações repentinas no humor.

Outras reações que podem surgir no físico são as dores de cabeça ou musculares sem motivo aparente. Oscilações na pressão arterial também podem surgir, fazendo com que ela suba mais do que o normal devido ao estresse. 

De que maneira tratá-la

É preciso um atendimento primário com um médico clínico geral que possa realizar exames de rotina para verificar se está tudo certo com sua saúde de forma geral. Porém, o tratamento de qualquer transtorno psicológico deve ser feito por um psiquiatra, geralmente, acompanhado de psicoterapia.

O diagnóstico pode ser feito pelo SUS em um atendimento na Rede de Atenção Psicossocial, localizado nos Centros de Atenção Psicossocial – CAPS.

7 dicas para ter mais equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Um homem e uma mulher sorridentes estão sendo abraçados por um garotinho, enquanto a mulher, que usa camiseta listrada preta e branca, segura um bebê.

 

Períodos de trabalho que duram de 9 a 10 horas por dia, contando com o tempo no trajeto e possíveis horas extras dificultam mais ainda o profissional. As novas tecnologias contribuem para isso, já que o trabalhador pode “levar” suas tarefas para casa. A isso acrescenta-se a demanda de dar atenção aos familiares, amigos e demais compromissos sociais. 

Confira algumas dicas abaixo de como se organizar para conseguir conciliar sua vida pessoal e profissional, de forma que uma não atrapalhe a outra.

1. Gerencie seu tempo

Organização é a palavra-chave. Você pode utilizar uma agenda física ou digital para anotar as tarefas da semana. O ideal é que você programe a semana inteira, tanto nas tarefas profissionais quanto pessoais, para dar tudo certo. Anote a atividade e quanto tempo você levará para realizá-la, conte com possíveis atrasos. No início pode parecer algo difícil de seguir, mas com o tempo você se acostuma e perceberá as diferenças na sua rotina.

2. Defina prioridades, planejando seu dia

Comece seu dia priorizando atividades mais difíceis e que demandam mais tempo para realizar. Assim, você vai eliminá-las para focar nas outras que são mais tranquilas e o ajudarão a não “se enrolar” durante o dia, cumprindo as outras demandas pessoais preestabelecidas na sua agenda.

3. Não trabalhe no seu tempo livre

Três pessoas afrobrasileiras brincam com uma criança que está deitada sobre uma almofada amarela. Eles estão em um ambiente externo com área verde. Todos estão sorridentes sobre a grama em um dia ensolarado.

 

É importante que você separe o trabalho da vida pessoal, dedicando-se ao seu tempo livre com máxima atenção. Sendo assim, o ideal é ter um número de telefone corporativo para que você possa desligá-lo quando estiver fora do seu horário de trabalho, isso ajudará a aproveitar ao máximo o seu lazer.

Deixe as suas funções para o dia seguinte, estabeleça prazos para entrega, assim você desfrutará das suas atividades da melhor forma possível, podendo relaxar da forma que você merece.

4. Nunca descuide da saúde

Sua saúde é o bem mais importante, sem ela você não conseguirá seguir com as demais atividades e obrigações. Visite seu médico e faça um check-up para se certificar de que está tudo bem.

Cuide da sua alimentação e faça exercícios físicos, pois são coisas, na maioria das vezes, simples e que fazem grande diferença. Aumente a ingestão de fibras e proteínas, incluindo legumes, vegetais e frutas nas refeições. Beber água é de grande importância também, porque ela auxilia em diversos processos para um bom funcionamento do organismo.

Por fim, evite a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas e o tabagismo, que podem prejudicar a sua saúde e aumentar sintomas como ansiedade e insônia.

5. Fique longe de pessoas tóxicas e aprenda a dizer “não”

Somos ensinados a socializar e que somente assim teremos boas oportunidades na vida. Mas é preciso impor limites que lhe permitam  sentir-se bem na maior parte do tempo. Por isso, se tem alguém que você se sente incomodado com atitudes ou palavras, afaste-se.

Você precisa viver o que a vida tem de melhor e com as pessoas que lhe proporcionam bem-estar. Impor limites é aprender a dizer “não”, seja para quem for.

6. Estimule sua capacidade de aprendizado

Mulher branca está sentada. Ela segura um livro com uma mãe e uma xícara com a outra. O ambiente é iluminado

 

Entenda como sua mente funciona para o aprendizado e estimule-a da melhor forma. Existem pessoas que aprendem melhor por meio da leitura, se você é essa pessoa, então descubra quais os seus gêneros de livros preferidos ou plataformas de cursos que possam ter conteúdos escritos também.

No entanto, se você prefere assistir a conteúdos, existem diversas plataformas de streaming com produtos interessantes, como documentários ou informativos. O importante é entender que conhecimento é algo que pertence a você, independente do ambiente onde você esteja.

7. Conheça lugares diferentes e divirta-se!

Aproveite a nova organização que você fará na sua vida e se desafie a conhecer outros lugares. Faça atividades não experimentadas antes, viva novas experiências. Permita-se relaxar, rir e aproveitar, seja sozinho, com amigos ou família, o importante é se divertir.

Equilibrar a vida pessoal e profissional é essencial

É função das empresas dispor de medidas que visam auxiliar o clima organizacional, para que os funcionários se sintam bem para desempenhar suas obrigações. As organizações devem oferecer um médico do trabalho que ajudará a prevenir riscos ocupacionais, além de realizar exames periódicos e acompanhar os tratamentos dos funcionários.

O autocuidado, apesar de ser uma atividade simples, pode fazer a diferença no seu dia, reserve sempre um momento para você. Tire um tempo para o descanso, repor as energias e limpar a mente do estresse que toma conta da nossa rotina.

Não se culpe por buscar o melhor para você. Cuide da sua saúde e do que é importante para o seu crescimento pessoal e profissional, lembre-se de que a alegria está no caminho e não na chegada.

Receba as melhores notícias pela nossa newsletter!



    Informações do autor

    Adriana Lima

    Posts recentes

    Drogaria Nova Esperança inaugura loja conceito no Itaim Bibi
    04 de dezembro de 2023

    Drogaria Nova Esperança inaugura loja conceito no Itaim Bibi

    Leia na íntegra
    Dicas para estabelecer uma rotina saudável para as crianças
    27 de setembro de 2023

    Dicas para estabelecer uma rotina saudável para as crianças

    Leia na íntegra
    Como identificar e lidar com atrasos no desenvolvimento infantil
    30 de agosto de 2023

    Como identificar e lidar com atrasos no desenvolvimento infantil

    Leia na íntegra
    Tratamento do câncer, avanços promissores no combate à doença
    23 de agosto de 2023

    Tratamento do câncer, avanços promissores no combate à doença

    Leia na íntegra
    Cuidados com a pele durante as diferentes estações do ano
    18 de agosto de 2023

    Cuidados com a pele durante as diferentes estações do ano

    Leia na íntegra

    Mais acessados

    8 benefícios que o hábito de pedalar oferece à sua saúde
    02 de junho de 2020

    8 benefícios que o hábito de pedalar oferece à sua saúde

    Leia na íntegra
    Vivendo com Diabetes: o que é, sintomas e os seus tipos
    13 de julho de 2020

    Vivendo com Diabetes: o que é, sintomas e os seus tipos

    Leia na íntegra
    Saiba mais sobre o Óleo de Coco e seus diversos benefícios
    10 de junho de 2020

    Saiba mais sobre o Óleo de Coco e seus diversos benefícios

    Leia na íntegra
    4 motivos para usar protetor solar durante o Inverno
    26 de junho de 2020

    4 motivos para usar protetor solar durante o Inverno

    Leia na íntegra
    As diferenças de comprimidos, cápsulas e drágeas
    16 de março de 2020

    As diferenças de comprimidos, cápsulas e drágeas

    Leia na íntegra