Linha do Tempo do Coronavírus – A evolução do surto ao longo dos dias

Mascote DNE com máscara e segurando álcool em gel, ao lado das frases "Coronavírus, linha do tempo";
Sabe aonde o surto de COVID-19 começou? E se lembra dos fatos mais importantes que aconteceram? Relembre em nosso texto agora!

Até o momento (04/05), já foram noticiados mais de três milhões de casos confirmados do novo coronavírus pelo mundo todo, com mais de 248 mil mortes confirmadas. No Brasil, o número de infectados já passa de 100 mil, resultando em mais de 7 mil mortes. Esses são os números confirmados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) cerca de quatro meses depois de seu primeiro alerta para a doença, relatado no dia 31 de dezembro de 2019. E abaixo, você confere a linha do tempo do coronavírus desde seu início.

Após autoridades chinesas notificarem o aumento de casos da “misteriosa pneumonia” na cidade de Wuhan, a capital da província da China central, através do contato entre animais vivos numa feira. A partir desse contágio, o vírus se espalhou pelo país e em menos de um mês, foi declarado uma emergência de saúde pública de interesse internacional. Dois meses depois, após mais de 100 países infectados com a doença, o surto foi declarado como pandemia pelo diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, assim iniciando o processo de quarentena e isolamento social determinado por entidades governamentais de todo o mundo. Confira a linha do tempo do coronavírus.

Principais acontecimentos relacionados ao coronavírus

23/01 – Primeira paciente diagnosticada com a doença morre no Brasil. Relato foi confirmado quase dois meses depois;

09/02 – Força Aérea Brasileira vai até à cidade de Wuhan buscar os 34 brasileiros que residiam no lugar onde se deu início ao contágio;

26/02 – Ministério da Saúde confirmava o primeiro caso da doença, sendo um homem de 61 anos;

11/03 – Organização Mundial da Saúde declara pandemia do novo coronavírus;

13/03 – Primeiro paciente brasileiro diagnosticado com coronavírus foi curado;

12/03 – Filmes como ‘Mulan’, ‘Velozes e Furiosos 9’ e ‘007: Sem Tempo para Morrer’ são adiados em cerca de um ano;

16/03 – Dólar fecha acima de R$5,00 pela primeira vez;

17/03 – Ministério da Saúde divulgava, até então, a primeira morte por coronavírus no Brasil;

17/03 – Estado do Rio de Janeiro decretou situação de emergência;

22/03 – Após diagnosticar contaminação em Roraima, todos os estados do Brasil possuíam casos confirmados da doença;

Anéis das Olimpíadas de cores amarelo, verde, vermelho, azul e preto sob luvas, estetoscópio e máscaras de médico simbolizando a luta contra o coronavírus.

24/03 – Pela primeira vez na história as Olimpíadas foram adiadas;

24/03 – Deram início às quarentenas em isolamento social no estado de São Paulo;

26/03 – Ator Mark Blum, conhecido por seus papéis em “You” e “Crocodile Dundee” morre aos 69 anos por complicações provocadas pelo coronavírus;

27/03 – Brasil anuncia que irá participar do Estudo Solidariedade, baseado numa união entre os povos a fim de testar a eficácia de tratamentos contra a COVID-19;

28/03 – O país chega à marca de mil casos confirmados. Seis dias depois, registrou 2 mil pacientes diagnosticados;

28/03 – Famosos realizam lives para interagir com o público na quarentena, ajudar com doações e arrecadar outras do público que os acompanha. O cantor sertanejo Gusttavo Lima foi um dos que se destacaram neste meio, conseguindo mais de 100 mil reais em doações e 10 milhões de visualizações ao vivo.

Durante a pandemia, o que fazer ao chegar em casa?

Coronavírus: saiba como se prevenir desse mal invisível

02/04 – Mais de mil casos confirmados em menos de um dia, chegando à marca de 7.900 pacientes diagnosticados;

02/04 – Governo decreta lei onde será disponibilizado um pagamento de auxílio emergencial de R$600 aos trabalhadores de baixa renda;

04/04 – Brasil ultrapassa a marca de 10 mil casos confirmados e 445 óbitos;

06/04 – Clubes de futebol alemães são liberados pela federação do país a voltarem seus treinos;

10/04 – Número de mortos no Brasil atinge a marca de mil registros;

12/04 – EUA atinge maior número de mortes pelo vírus no mundo, com mais de 20 mil;

13/04 – Itaú prepara doação de 1 bilhão para auxiliar no combate ao coronavírus;

16/04 – O médico Luis Henrique Mandetta é demitido pelo presidente Jair Bolsonaro do cargo de ministro da saúde e logo em seguida, o médico oncologista Nelson Teich assume o cargo;

Cinco crianças atravessando a rua para irem à escola.

20/04 – Dinamarca, Noruega e Holanda anunciam volta às aulas em seus países;

21/04 – Todos os estados brasileiros registraram casos e mortes derivadas de coronavírus;

23/04 – Rio de Janeiro começa a sofrer com a falta de leitos nas UTIs (Unidade de Tratamento Intensivo) do estado;

23/04 – País registra cerca de 407 mortes em apenas um dia, atingindo número recorde, assim como o número de casos que, após atingirem 3.735 em um único dia, alcança a marca de 50 mil contaminados no Brasil;

28/04 – Até essa data, cerca de 40 locais ainda não divulgaram casos de pessoas afetadas pelo vírus. Dentre eles estão ilhas afastadas e países com governos ditatoriais;

28/04 – Brasil conta com o maior número de inscritos na plataforma 1DaySooner, na qual são convocadas pessoas para se infectarem de propósito a fim de testarem diversos tipos de vacina;

28/04 – O país ultrapassa a China em número de mortos, atingindo cerca de 5.017 óbitos causados pelo vírus.

28/04 – Testes rápidos de COVID-19 são liberados para drogarias e farmácias;

04/05 – Atual prefeito de São Paulo, João Dória torna obrigatório o uso de máscaras em todo o Estado.

04/05 – Com mais de 7.100 mortes no país, Brasil é a sétima nação em número de óbitos, ficando atrás apenas de Bélgica, Reino Unido, França, Espanha, Itália e Estados Unidos.

05/05 – O Dia de Doar, normalmente celebrado no dia 3 de dezembro, foi adiantado para essa data para ajudar aos que necessitam durante a pandemia.

07/05 – Os estados do Pará e Maranhão entram em estado de ‘lockdown’.

07/05 – Morre a atriz Daisy Lúcidi de coronavírus no Rio de Janeiro.

14/05 – Brasil ultrapassa a França e se torna o sexto país com o maior número de contaminados, registrando cerca de 190 mil casos.

15/05 – Menos de um mês após assumir o cargo no lugar de Mandetta, o médico Nelson Teich deixa o cargo de Ministro da Saúde.

15/05 – Um estudo especializado em animações biomédicas criou o modelo 3D mais parecido, até o momento, do novo coronavírus. Veja no link (https://bit.ly/2y6Exk1)

16/05 – São Paulo supera a China em número de mortes pelo coronavírus. Se fosse um país, seria o 13° no ranking mundial.

18/05 – Com mais de 250 mil casos confirmados, Brasil fica em terceiro na lista de países com o maior número de casos confirmados, atrás apenas de Rússia e EUA.

21/05 – São confirmados mais de 5 milhões de pessoas infectadas em todo o mundo.

22/05 – Brasil atinge o segundo lugar mundial em números de casos da patologia, ficando atrás apenas dos Estados Unidos.

01/06 – Espanha não registra casos em um dia pela primeira vez em três meses.

01/06 – País se torna o segundo mundial com o maior número de pessoas curadas, constando cerca de 211.080 mil pessoas que se contaminaram e recuperaram.

03/06 – 2 mil voluntários brasileiros embarcam para a Inglaterra para realizar teste de vacina feita pela Universidade de Oxford.

03/06 – País bate recorde de mortes em um dia, atingindo a marca de 1.349 em 24 horas.

04/06 – Um dia após bater o recorde de mortes em um dia, Brasil ultrapassa a Itália e se torna o 3° país com mais óbitos do mundo.

08/06 – Nova Zelândia é declarada como livre do vírus, assim liberando restrições e quarentena.

18/06 – Futebol brasileiro retorna com o jogo do Flamengo pelo Campeonato Carioca;

19/06 – Brasil supera 1 milhão de casos confirmados de COVID-19.

25/06 – Foi divulgado que maio se tornou o mês com o maior número de mortes da história do Brasil, registrando 123.857 óbitos, sendo 24.021 causados pelo coronavírus.

06/07 – O governador João Dória anuncia que o estado de São Paulo deve iniciar testes de vacina no dia 20 de julho;

07/07 – Presidente Jair Bolsonaro anuncia seu diagnóstico positivo para o COVID-19.

16/07 – Brasil atinge 2 milhões de casos confirmados da doença, além de mais de 76 mil mortes.

Fique ligado nas atualizações de nossa linha do tempo do coronavírus.

Atualizado até 17/07/2020.

Este conteúdo foi formulado e desenvolvido, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Daniela S. Dávida - CRF/SP 47.916. Não devendo as informações obtidas aqui, serem utilizadas como substitutas ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Tags:
,