Inverno, a estação mais fria do ano

Lenha de madeira, uma xícara azul com uma colher, um prato com uma refeição, um moletom e uma fogueira para se preparar diante a chegada do inverno.
O Inverno chegou! Saiba tudo sobre a estação e como se cuidar durante o período!

Derivada do Latim hibernum, o inverno é a estação do ano mais fria. Neste período, as temperaturas normalmente despencam e ocorrem noites mais longas e dias mais curtos, além de diversas outras características que citaremos abaixo.

No hemisfério norte este período é conhecido como inverno boreal e acontece entre 21 de dezembro a 21 de março, já o inverno austral ocorre no hemisfério sul entre os dias 21 de junho e 23 de setembro, quando se inicia a primavera. E antes do início da estação, estávamos passando pelo Outono que durou durante o período de 20 de março até 20 de junho.

As características do inverno

Normalmente, o inverno traz com ele um clima frio e seco, com baixa umidade do ar e uma escassez considerável no volume das chuvas. Em alguns lugares é possível observar geadas e neve, além dos dias mais curtos e das noites mais longas como citamos acima.

A estação também é conhecida pelo aumento do número de doenças respiratórias, pois as características do clima são consideradas condições perfeitas para a proliferação de infecções pela presença de bactérias e vírus.

A importância do inverno para o planeta

Dois planetas indicando os seus lados opostos, mostrando onde o Sol bate neste determinado período.

Assim como todas as estações do ano, o inverno é de extrema importância para o planeta. Isso porque, durante este período em um hemisfério é inverno e no outro verão, gerando um equilíbrio de temperatura global que interfere na fauna e na flora.

Muitos animais por exemplo, hibernam com o intuito de economizar energia e outros migram para obtenção de alimentação em lugares mais quentes. Além disso, muitas plantas perdem as suas folhas, como forma de economizar água durante essa estação. Este fenômeno é super importante para o meio ambiente, gerando um ciclo entre as estações.

Afinal, por que não pode Glúten?

Dicas, tipos e como cuidar dos seus cabelos

Dengue: Saiba tudo sobre a doença

Inverno no Brasil

Mulher sentada e encolhida encoberta por um cobertor cinza em seu sofá durante o inverno.

Apesar do Brasil não apresentar um inverno tão rigoroso, com exceção da região Sul que apresenta as quatro estações bem definidas, é possível observar características especificas neste período. No geral, considerando Norte e Nordeste, o clima é ameno com um inverno seco e temperaturas entre 18° e 36°C.

Também é possível observar que este trimestre apresenta um menor volume de chuvas principalmente no Sudeste e Centro-Oeste, com maiores passagens de frentes frias que derrubam bruscamente a temperatura. Já em alguns lugares do Sul do Brasil, nos últimos tempos, ocorreram geadas e nevascas devido ao alto frio.

DNE te ajuda no inverno!

O frio requer diversos cuidados, principalmente com a saúde do nosso corpo e da nossa pele. Como citamos acima, há diversos indícios que a proliferação de doenças respiratórias aumenta ainda mais no frio e é por isso que precisamos cuidar da imunidade, tanto os adultos como as crianças.

O suplemento de vitamina C + Zinco da Katiguá ajuda a manter gripes e resfriados bem longe!

Para as crianças, a Kley Hertz desenvolveu uma maneira divertida para este cuidado. Por isso o Suplemento Supra C pode facilitar este incentivo.

A pele também sofre muito com as baixas temperaturas, por isso é importante hidratar. Assim, disponibilizamos toda nossa categoria de hidratantes para que você escolha a melhor forma de cuidado. Lembre-se sempre de procurar o seu dermatologista, hein!

Conclusão

A DNE está aqui para enfrentar este inverno com você! Fique ligadinho em nossas redes sociais, pois lá colocaremos diversas dicas para que esta estação passe sem maiores dificuldades para nossa saúde. Além disso, nosso site está recheado de produtos que pode cuidar de você e da sua família. Aproveite!

Este conteúdo foi formulado e desenvolvido, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Daniela S. Dávida - CRF/SP 47.916. Não devendo as informações obtidas aqui, serem utilizadas como substitutas ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Tags:
, ,