Bem vindo Outono: Quando começa, características e dicas

Árvores numa floresta, com flores laranjas ao chão.
O Outono chegou! Confira as dicas, características e tudo o que envolve a estação.

Data justamente entre a estação mais quente e a mais fria do ano, o outono possui suas características específicas como a queda de flores e a baixa temperatura instantânea ao decorrer de sua duração.

Quando começa o outono?

O início astronômico do outono é marcado quando a terra se encontra totalmente iluminada pelos raios solares entre os seus dois hemisférios, representando assim dias e noites com igual duração. No hemisfério sul, a data é marcada do meio de março ao meio de junho, enquanto no hemisfério norte vai de setembro até dezembro.

Quais as principais características do Outono?

Muitas pessoas dizem que o outono é igual em todos os cantos do mundo, apresentando sempre as mesmas características. Levando em consideração o ponto de vista cultural, essa é a estação do ano lembrada por muita beleza e melancolia, formando paisagens exuberantes. Listamos mais algumas características dessa estação.

– Aumento considerável da quantidade de ventos

– Redução de temperatura

– Muitas manhãs com nevoeiros

– Queda da umidade do ar

– Diminuição dos períodos de chuva

Características do Outono no Brasil

Pessoa, vestida de branco, segurando folhas secas com as duas mãos.

Não são todas as regiões do Brasil que sentem todas as mudanças climáticas que o outono traz. Isso porque, as quedas de temperatura e da umidade relativa do ar decorrem da localização entre a zona do Trópico de Capricórnio ao sul e pela Linha do Equador ao norte.

Na região Sul o clima é mais sentido, inclusive em algumas áreas de serra até neve é possível observar durante os meses desta estação. Mas, no Sudeste e Centro-Oeste as características também são observadas, com a presença de dias mais frios e as árvores com trocas de folhagem.

Coronavírus: saiba como se prevenir desse mal invisível

Do tradicional ao amargo, os Benefícios do Chocolate

Você sabe o que é Cotovelo de Tenista?

Quais as melhores cultivações do outono?

Uma de suas características, o outono faz com que o calor vá embora e os dias e as noites fiquem mais frescos. Com isso, os ciclos e as árvores perdem folhas gradativamente e existem algumas cultivações que se beneficiam durante a estação.

Aqui no Brasil, cultiva-se neste tempo:

Maracujá

No norte do país, o maracujá é muito é cultivado. Rica em vitaminas A, B e C, além dos minerais cálcio, ferro, fósforo, sódio e potássio, esta fruta é muito gostosa e a estação favorece sua boa colheita. Capaz de proteger as células e aumentar os níveis de anticorpos, a vitamina C é um dos mais importantes antioxidantes dietéticos existentes.

Beterraba

Além das folhas super nutritivas, a beterraba é muito cultivada no Nordeste brasileiro no outono. Sua plantação pede luz direta e temperatura entre 10°C e 24°C. A raiz primaria também possui diversas propriedades saudáveis.

Berinjela

O calor intenso e as temperaturas baixíssimas não favorecem o cultivo da berinjela. Por isso, o Centro-Oeste é a melhor região para o plantio durante esta estação, visto que não há excessos de chuvas e nem alto calor.

Rúcula

O sabor da rúcula tende a ficar mais suave e menos amargo neste período, por isso a região Sudeste é indicada para seu cultivo durante o outono. Os climas mais amenos fazem com que haja sucesso neste cultivo.

Agrião

Ideal para ser plantado na região Sul, onde as temperaturas no outono ficam entre 10°C e 20°C, o a agrião requer cuidados para uma boa plantação. Por isso, este vegetal que serve uma boa salada dá uma ótima germinação neste período.

Para conferir maiores informações sobre essas frutas e muitas outras, você confere em nosso post sobre frutas.

Quais dermocosméticos utilizar nesta estação?

A pele tende a ficar ressecada durante o outono, e é por isso que não há nada mais importante do que manter o consumo de água para manter não só a barreira cutânea, como o corpo inteiro bem hidratado. Porém, alguns dermocosméticos podem ajudar você neste período, e a DNE separou uma rotina simples de cuidados que apresentamos abaixo.

  1. Lave o rosto! O seu sabonete de uso facial diário é extremamente importante para retirar todos os resíduos da pele. Nós recomendamos o Cetaphil Loção de Limpeza

Uma caixa e um frasco de Cetaphil, ambos brancos com seu nome rotulado a frente do item.

  1. Hidrate a pele! Com as temperaturas amenas a pele tende a ressecar, por isso recomendamos o Cicaplast Baume, de La Roche Posay. Ele é rico em vitamina B5 que é fundamental para manter a pele bem tratada.

Bisnaga branca contendo nome da empresa e informações sobre o produto. pomada, com rótulo da empresa

  1. Não esqueça os lábios! Além de apresentar uma pele extremamente sensível, os lábios têm contato com diversas coisas durante todo o dia, e o clima frio pode fazer com que haja inclusive descamação. Por isso recomendamos Bepantol Derma Regenerador Labial, que ajuda a devolver toda saúde perdida.

Embalagem azul contendo a bisnaga branca com detalhes azuis.

  1. Hidrate o corpo! Até um aspecto esbranquiçado pode aparecer na pele nesta estação, por isso o Creme Hidratante Neutrogena pode ser eficaz neste tratamento, com o objetivo de devolver hidratação, conforto e saúde para a pele.

Frasco de 200mL branco, com detalhes azuis e tampa preta com o logotipo Neutrogena disposto à frente.

Pronto! Essas são as nossas dicas, mas não esqueça de consultar o seu dermatologista e perguntar para ele todas as recomendações para cuidar da pele nesta estação, hein!

Conclusão

O outono, transforma! É por isso que essa estação do ano caiu no gosto de diversas pessoas como estação preferida. O cultivo de folhas, as temperaturas mais amenas, o tempo mais fresco…. cada um tem um motivo e apesar de diversos fatores globais de sustentabilidade estarem desgastando um pouco essa percepção, o outono continua florindo, e trazendo uma leve brisa de mudanças, cultivo e beleza.

Este conteúdo foi formulado e desenvolvido, sob supervisão técnica da farmacêutica responsável: Dra. Daniela S. Dávida - CRF/SP 47.916. Não devendo as informações obtidas aqui, serem utilizadas como substitutas ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Tags:
, , ,