3 médicos e 2 médicas de diferentes especialidades médicas um ao lado do outro.

Conheça 10 diferentes tipos de Especialidades Médicas

Existente há mais de 2.500 anos, surgindo em ciência na Grécia Antiga, a medicina é a principal responsável pelo estudo e combate às doenças, buscando sempre a saúde de todas as pessoas. Em seu início, não havia distinções de cargos, assim existindo muitos “clínicos gerais” nos hospitais, dado esse termo aos médicos que atuavam em variadas áreas. Com o avançar do conhecimento médico e de tecnologias, foram criadas as especialidades médicas. Elas tem o intuito de distinguir cada médico e fazê-los especialistas e dominantes em áreas específicas da profissão.

Com várias diferenças entre elas, nós listamos 10 tipos e destacamos sobre cada uma. Confira abaixo:

Clínica Médica

Médico realizando um diagnóstico em sua prancheta.

Considerada como a base de todas as especialidades, a clínica médica é responsável pelo “primeiro atendimento” do paciente ao chegar num ambiente hospitalar. O especialista desta área deve conhecer, no mínimo, o básico de todas as outras áreas. Assim podendo realizar o primeiro procedimento ao paciente ou encaminhá-lo ao profissional desta área.

Avaliação da saúde como um todo, realização de procedimentos básicos gerais e encaminhamento para exames são os principais métodos que o médico especializado em clínica médica deve estar apto. O profissional como um dos primeiros a atender uma causa, possui desafios diagnósticos diários. Assim sendo o responsável por descobrir a doença através dos sintomas e tratá-la. Porém, caso não seja especializado para tal, deve designá-lo para o perito da área.

Otorrinolaringologia

Médico com uma lupa nos olhos avaliando o ouvido do paciente.

Conhecida por “otorrino” apenas, a especialidade possui esse grande e complicado nome por juntar em seu term, todas as regiões do corpo em que são avaliadas por tal profissional, sendo elas: o ouvido (oto), nariz (rino) e garganta (laringo).

Normalmente, o especialista é acionado após uma detecção de doenças nas áreas mencionadas, diagnosticadas por outro médico. Ele é responsável por avaliar complicações que possam afetar a respiração, audição, a voz e o ato de engolir algo (deglutição). As doenças mais comuns tratadas pelo otorrinolaringologista são as otites, amigdalites, rinite e surdez.

Na história da medicina, esta especialização já era praticada, mesmo que sem ser definida oficialmente, por gregos e hindus, além de ser a primeira a utilizar anestesia local dentre todas as outras especialidades.

Dermatologia

Médica de camiseta e luvas pretas utilizando uma grande lâmpada para visualizar o rosto de sua paciente deitada.

Nem só de pele vive um especialista em dermatologia, sabia? Um profissional dermatologista é capaz de tratar e prevenir patologias relacionadas à pelos, cabelo, unhas e mucosas.

A área conhecida por seus procedimentos estéticos, é responsável por tratar mais de 3 mil doenças, pois atua no cuidado de qualquer complicação relacionada à pele, desde infecções e cortes até tumores.

A pele apenas foi definida como órgão por volta dos séculos XV e XVI, assim médicos e cientistas da época buscaram adquirir um maior conhecimento sobre o material e os possíveis problemas afetáveis ao maior órgão do corpo humano. Com diferentes aspectos existentes, aqui no Blog da DNE você confere os mais variados tipos de pele existentes.

Oncologia

Médico medindo a pressão de sua paciente que utiliza uma toca em sua cabeça.

Também chamada de Cancerologia, a Oncologia é a especialidade médica que lida com os diferentes tumores e tipos de câncer. O profissional formado nesta área é o responsável por lidar da maneira que achar apropriada, com o crescimento anormal das células, onde se dá o início destas doenças.

Com uma das tarefas mais difíceis da medicina, o oncologista atua no total tratamento das patologias. Assim podendo indicar medicamentos, dando início a tratamento de quimioterapia e buscando sempre a melhor qualidade de vida ao paciente que sofre com o tipo de câncer curável ou não.

Alimentos como espinafre, morango e goiaba são usados no combate e prevenção das doenças atendidas pelo especialista desta área.

Ajude o planeta: compre produtos veganos

Além da Laranja, confira uma lista de frutas com Vitamina C

Hora do Café: Benefícios, melhor forma de fazer e curiosidades

Infectologia

Médico com uma seringa na mão e três amostras de sangue.

Esta área médica é abordada quando há casos relacionados à problemas infecciosos. O profissional especializado em infectologia deve buscar formas de evitar, diagnosticar e tratar os diferentes tipos de patologias associadas a essa causa.

São tratadas doenças infecciosas causadas por vírus, bactérias, fungos, protozoários e animais, tais como infecções sexualmente transmissíveis, hepatites virais e zoonoses. Além desses problemas comuns, o especialista, em conjunto de cientistas, realiza e auxilia em estudos de vírus mais sérios responsáveis por epidemias e pandemias.

Cardiologia

Médico segurando um esfigmomanômetro.

Uma das especialidades mais avançadas e tecnológicas da medicina, esta, tem o objetivo de tratar, prevenir e combater problemas relacionados ao coração e o sistema circulatório do corpo humano.

Com diversos tipos de doenças cardiovasculares que frequentemente ocorrem, tais como hipertensão, insuficiência cardíaca e infarto, quando não são devidamente tratadas, podem levar o paciente à óbito.

Homenageado com um Dia Nacional do Cardiologista, celebrado em 14 de agosto, o profissional estuda cerca de 8 anos para poder combater qualquer problema relacionado ao órgão.

Oftalmologia

Médico oftálmico visualizando os olhos de seu paciente através de um aparelho.

Responsável pelo cuidado específico dos olhos e tudo o que os envolve, o médico oftalmologista é capacitado para tratar qualquer tipo de doença ou complicação gerada nesta área específica da anatomia humana.

Com várias sub-especialidades exigindo cuidados diferentes para glaucoma, estrabismo, doenças orbitárias e cirurgias específicas, esta é uma das funções mais complexas da medicina. Sendo o total responsável pelo cuidado de seus olhos, o oftalmologista é o único médico capaz de lhe prescrever o uso de lentes e óculos.

Assim sendo, o único médico capaz de tratar o membro que lhe proporciona visão de todo o universo. Por isso, no dia 7 de maio, são celebradas duas datas relacionadas ao profissional: Dia do Oftalmologista e Dia Nacional da Saúde Ocular.

Ginecologia

Médica medindo os batimentos cardíacos de um bebê na barriga de sua mãe.

A ginecologia em seu significado literal, é definida como a “ciência da mulher”. Dedicada somente ao trato do sistema reprodutor feminino, essa é uma das mais importantes especialidades médicas para o cuidado e a saúde das mulheres.

Geralmente especializados também

em obstetrícia, os médicos ginecologistas por terem maior envolvimento no cuidado do sexo feminino como um todo, são envolvidos em tratamentos de mulheres em períodos gestacionais. Além disso, o perito deve ser consultado quando há diagnóstico ou suspeita de candidíase, mioma uterino, cistos de ovário, endometriose e outras complicações relacionadas.

Para homenagear aqueles que se especializam e tem importante função na vida das mulheres, foi criado em 1959, o Dia do Ginecologista.

Ortopedia

Médico avaliando paciente com dores nos ossos.

A especialidade é ligada ao tratamento de fraturas, traumatismos e lesões relacionadas aos ossos, ligamentos e ao aparelho locomotor. A ortopedia é responsável por diagnosticar e definir qual o melhor tratamento da estrutura comprometida.

O médico especialista se capacita para tratar de todo o corpo, envolvendo desde problemas de má postura até o cuidado de fraturas graves. Celebrado no dia 19 de setembro, o Dia do Médico Ortopedista, mesmo dia da fundação da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), foi criado para homenagear uma das mais importantes e abrangentes especialidades médicas.

Pediatria

Médico ouvindo os batimentos cardíacos de um bebê com um esfigmomanômetro.

Assim como o ginecologista se especializa para auxiliar na saúde da mulher, o médico pediatra estuda para poder cuidar de crianças, pré-adolescentes e adolescentes. A pediatria em geral abrange diversas sub-especialidades, tais como infectologia, endocrinologia, cardiologia e neurologia pediátricas, destinadas unicamente ao tratamento destes jovens.

Assim como algumas das especialidades médicas, o Dia da Pediatria é celebrado no mesmo dia de fundação da instituição dedicada à área, a Sociedade Brasileira de Pediatria, atualmente a “maior sociedade médica de especialidade do Brasil e uma das maiores entidades pediátricas do mundo”, como se autodescreve-se.

Conclusão

Agora que você já conhece algumas das principais especialidades médicas, já pode consultá-las quando necessário. Indicadas para diferentes públicos e causas, é necessário que busque um médico ou uma clínica que possa redirecioná-lo ao especialista da área. Assim, você possa realizar o tratamento e o procedimento que deseja!