Siga-nos nas redes socias
Acesse a nossa loja
Drogaria Nova Esperança
Acesse a nossa loja
Página Inicial Pais e Filhos Saiba o que é sedentarismo e como prevenir esse mal
Saiba o que é sedentarismo e como prevenir esse mal
08 de janeiro de 2021

Saiba o que é sedentarismo e como prevenir esse mal

Praticar atividade física nem sempre foi uma tarefa fácil para algumas pessoas. No entanto, o que poucas sabem e que alguns minutos diários de exercício pode salvar vidas! Isso porque o hábito de manter o corpo em movimento previne a obesidade em conjunto das suas consequências. Ou seja, das doenças cardiovasculares, diabetes e colesterol.

De modo geral, o sedentarismo é um dos principais motivos de boa parte das doenças manifestadas com o passar dos anos. Diante disso, para evitá-lo e manter a qualidade de vida, listamos algumas medidas que podem contribuir com a longevidade. Por isso, vem com a Drogaria Nova Esperança aprender o que é o sedentarismo!

O que é o sedentarismo?

O sedentarismo é definido como a falta ou ausência de atividades físicas. Comumente, esse tipo de comportamento faz com haja um gasto menor de calorias.

Segundo os cálculos, uma pessoa sedentária é aquela que não gasta o mínimo de 2.200 calorias semanais com atividades físicas. Assim, o ideal para uma pessoa ativa seria o gasto diária de 300 calorias.

As consequências do sedentarismo

Como ressaltado até aqui, o ato de não praticar atividade física gera consequências imensuráveis e até irreparáveis à saúde. Em suma, isso engloba indisposição, cansaço e tantos outros males, como:

Obesidade

Homem vestido de azul, com excesso de peso, segurando uma caneca de cerveja e um sanduíche

Uma das principais complicações do sedentarismo é a obesidade, que é o famoso excesso de peso. Isso se dá em razão do acúmulo de gordura em várias partes do corpo.

Dificuldade para andar

Com o viés anterior, normalmente, o indivíduo também tem sérias dificuldades de movimentar com o aumento do peso, situação esta que costuma deixá-lo ofegante.

Aumento do colesterol

Com o aumento de peso, as taxas de gorduras ruins também são elevadas no organismo, fazendo com que o índice de colesterol salte da medida ideal. Por isso, é muito comum os médicos prescreverem medicamentos para controlar o desajuste.

Diabetes

A diabetes é uma doença muito atrelada ao sedentarismo, principalmente a diabetes do tipo 2. Isso acontece por conta da gordura causar uma espécie de resistência periférica a insulina.

Doenças respiratórias

Mulher vestida de branco, colando as mãos na altura dos pulmões

Geralmente, a falta de atividade física também é uma porta para o surgimento de problemas respiratórios, por conta de a presença de gordura na região do pescoço fazer com que as vias aéreas fiquem comprimidas. Portanto, a passagem do ar é dificultada.

Doenças cardiovasculares

Doenças ligadas ao coração também são bastante comuns diante do sedentarismo, gerando quadros de Infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Sedentarismo no Brasil

Uma análise feita pela Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), em 2019, mostrou que 40% dos brasileiros acima de 18 são insuficientemente ativos.

Em outras palavras, isso significa que estes não praticaram ou não têm o hábito de praticar 150 minutos de atividade física por semana. Em suma, esse cálculo engloba, segundo a pesquisa, situações de lazer, trabalho e deslocamento para o trabalho.

Já 47,5% das mulheres foram classificadas como pouco ativas, enquanto que os homens assumem 32,1% da apuração.

Por fim, a mesma pesquisa revelou que 59,7% das pessoas com mais 60 anos foram enquadradas como menos ativos.

Como evitar o sedentarismo?

Homem andando em um lugar arborizado

Para evitar o sedentarismo é importante ser adepto de uma rotina ativa e saudável aliada a prática de exercícios e atividade física. De modo geral, envolve questões como pedalar, correr, além de alimentação nutritiva, como é o caso dos pratos ricos em gorduras boas, por exemplo.

No entanto, vale lembrar que fazer atividade física apenas uma vez por semana não é o suficiente para manter a queima diária de caloria. Por isso, se esforçar nunca é demais.

Como sair do sedentarismo?

Não existe uma receita perfeita, mas fugir dos maus hábitos já é o primeiro passo para sair do sedentarismo. Para tanto, primeiramente, procure orientação de um profissional da saúde, de preferência um nutricionista.

A medida é uma forma de seguir um cronograma para que a dieta ou qualquer outra recomendação determinada pelo especialista seja praticada naturalmente, evitando o comprometimento do organismo.

Por isso, comece a se movimentar, a controlar o consumo de guloseimas e de tantas outras sobremesas. Uma dica bastante praticada é deixar o consumo de doces para os finais de semanas, ou nas reuniões com os amigos, por exemplo.

Assim, a frequência da ingestão é reduzida, e não proibida de vez, o que pode ser choque para a pessoa.

Sedentarismo Infantil

Criança sem camisa e segurando um estetoscópio na altura do peito

Com as crianças, o cenário causado pelo sedentarismo não é muito diferente dos adultos. Dados do Ministério da Saúde apontam que a obesidade infantil atinge 12,9% das crianças brasileiras. A informação significa que estes cidadãos têm 75% de chance de se tornarem adultos obesos.

Sendo assim, para evitar a doença, é indispensável comer saudavelmente, optando por pratos mais coloridos, com verduras, legumes, frutas, hortaliças, grãos, leite e seus derivados.

A prática de atividade física também não fica de fora, pois como foi destacado até aqui, o ato de se movimentar é importante tanto para a queima da gordura quanto na prevenção do seu acúmulo.

Como saber se a criança está acima do peso?

Este tipo de constatação se dá com o cálculo do índice de Massa Corporal (IMC). Neste caso, é essencial ter acompanhamento médico, pois o profissional avaliará o peso do pequeno, seus hábitos alimentares, bem como a sua rotina.

Conclusão

Até aqui podemos compreender o quanto é necessário manter uma rotina saudável. Porém, cabe ressaltar que o ambiente em que vivemos contribui intensamente na forma em que nos alimentamos.

Desse modo, se as refeições preparadas são nutritivas e apetitosas, todos saem ganhando, do contrário, só colherão prejuízos que, normalmente, são carregados para o resto da vida.

Assim sendo, todo cuidado é sempre bem-vindo. Converse já com um nutricionista e comece e/ou continue valorizando a sua saúde e quem você gosta!

Tags:

Tags:

Posts recentes

Entenda como surgiu a profissão de farmacêutico
14 de janeiro de 2021
Entenda como surgiu a profissão de farmacêutico
Leia na íntegra
Saiba o que é o check up e a importância de realizá-lo
13 de janeiro de 2021
Saiba o que é o check up e a importância de realizá-lo
Leia na íntegra
Protetor Solar: saiba qual é o melhor!
11 de janeiro de 2021
Protetor Solar: saiba qual é o melhor!
Leia na íntegra
Whey Protein: quando é viável para saúde?
08 de janeiro de 2021
Whey Protein: quando é viável para saúde?
Leia na íntegra
Saiba o que é sedentarismo e como prevenir esse mal
08 de janeiro de 2021
Saiba o que é sedentarismo e como prevenir esse mal
Leia na íntegra
Receba as melhores notíias pela nossa newsletter!